domingo, 6 de julho de 2014

INICIAÇÃO DO MEU FILHO NO MUNDO DAS HOPLIAS!!

Olá olá oláááááá pescadozada do meu rincão boiadeeeero sô!!!!
Hoje levei meu "pequeno gafanhoto", Pedro Lucas, para pinchar e aprender mais sobre este mundo da nossa querida Hoplias e aprender a lançar com a carretilha e também sobre iscas artificiais.
Para iniciação, fazer o juramento perante nossas "espadas" de pesca antes de ir para o açúde!!!

Faz tempo que ele tava querendo e eu sempre negava, pelo fato de onde eu sempre pesco ter muito mato alto ou medo que algo o picasse, mas hoje acordei, deixei o medo de lado e levei-o para pinchar comigo e ensinar ao meu filho um pouco sobre nossa traíra e como pescá-la.
Passando alguns macetes ao meu pequeno gafanhoto!

No começo ele meio que apanhou um pouco com a carretilha da Marine Sports GTO Contender que deixei com ele, pelo fato de ela possuir freio centrífugo e não dar muita cabeleira, mesmo assim o rapazinho conseguiu embramar um pouco de multifilamento, nada que eu não pudesse desembramar depois mas foi uma das lições que passei pra ele de início.
O "bichinho" já lançando sozinho com a carreta!

Depois expliquei para ele sobre lançamentos com a vara e as iscas artificiais especiais para traíras, ou seja, spinnerbaits e frogs, que seriam nosso alvo de início de nossa pescaria de hoje. 
Engatilhando a vara antes de ir lidar no banhado com as frogs! rsrs

Começamos a pescar no terreiro da lagoa com spinnerbaits, onde tem grama baixa e não pegamos nada de manhã.

Fomos embora e a tarde voltamos com intuito de pescar com frogs no banhado onde sempre pesco e tenho que entrar com água até o peito e não deu outra. Tivemos que entrar na água pra ir atrás das traíras pois estava meio baixo o açúde e os locais onde elas ficam estava meio distantes e com muito mato atrapalhando na margem. Nossas roupas além de encharcadas e sujas, a tarde começou borrachudos nos atormentar e dai ficamos dentro dágua para estas pestes não nos comer vivos! hihihihi
Um Selfie antes de ir se sujar todo no banhado e entrar na água até o peito! hihihi

Ele começou a lançar bem mas não dominando muito o lançamento, não ia muito para longe e mesmo assim o deixei ali atrás de mim para praticar, eu mesmo fui mais pra frente com água até o peito e comecei a lançar.

Tava sol mas não calor e não é que peguei 2 traíras de bom tamanho? 
Eu ia soltar as duas naquele instante e ele como aquela carinha de dó perguntou se não podia levar para a vó dele fritar pra ele comer... 

Respondi para ele: Com certeza! Pois peixe é a melhor carne que existe, pois faz muuuuito bem a saúde, mas sempre soltaremos quando pudermos e principalmente as menores ok? Ele concordou e viemos embora.
Duas traíras para nosso jantar de amanhã com sabor de pai e filho, não tem preço!

Resumindo a prosa meus amigos: Pescar com filho e poder ensinar a ele o conteúdo de vida que você sabe realmente é muito bom e poder passar para sua próxima geração o fantástico mundo da Hoplias Malabaricus e suas artemanhas de pesca, para eu.... não tem preço!!!